julho 7, 2016

Passo a Passo

309O Projeto “Passo a Passo”, sintonizado com o Plano Nacional para Inclusão Social da Pessoa em Situação de Rua, tem por objetivo contribuir para restaurar e preservar a integridade psicoemocional e cultural de pessoas em situação de rua, por meio de oficinas e atividades artísticas e terapêuticas.

Objetivos

– Desenvolver a linguagem artística enquanto elo do processo de reintegração social das pessoas em situação de rua, desconstruindo estigmas e promovendo ressignificações positivas;

– Incluir a ética, o respeito à dignidade, a diversidade cultural e a não discriminação como temas estruturantes do trabalho;

– Promover a conquista da cidadania, bem como dos direitos civis, políticos, sociais, econômicos e culturais.

Metodologias

Arteterapia

A arteterapia mobiliza os participantes em vários níveis de percepção e ação, da escolha pessoal dos materiais, que serão utilizados nas atividades, ao desenvolvimento de habilidades cognitivas específicas, possibilitando um ganho significativo na qualidade de vida.

Objetivos específicos310

– Utilizar a linguagem das artes visuais como meio para produzir, expressar e comunicar ideias, experiências e sentimentos latentes;

– Fortalecer identidades através da contextualização histórica e reconhecimento das diferentes culturas construídas pela humanidade;

– Explorar e ressignificar conteúdos interiores, fortalecendo os sentimentos de paz, amor e segurança.

Musicoterapia

As atividades e vivências musicais vão além da prática de instrumentos, pois intensificam a constituição de funções cognitivas e criativas: a música como construção de identidades, em um processo plural e dialético.

Objetivos específicos

– Resgatar e fortalecer as características pessoais e sociais, por meio da criatividade, da livre expressão e da comunicação, através dos sons e dos movimentos;

– Desenvolver a potencialidade da linguagem musical como instrumento de reintegração social, e aumento da autoestimaais;

– Estabelecer relações com grupos musicais locais, participar de apresentações e eventos, objetivando o reconhecimento e a valorização do trabalho com a música.

 

“O que faz andar a estrada? É o sonho.

Enquanto a gente sonhar, a estrada permanecerá viva.

É para isso que servem os caminhos, para nos fazerem parentes do futuro.”

Mia Couto